Em 1984, Francisco Medeiros injetou nova energia no Estúdio de Atores do Teatro Popular do Sesi,

dirigido por Osmar Rodrigues Cruz.

A finalidade das oficinas era preparar multiplicadores para outras unidades do Sesi.

Embora abrandada a censura,

era ainda muito presente a lembrança dos anos de duras proibições da ditadura militar.

O tema do primeiro trabalho do Estúdio de Atores foi a figura de Antonio José da Silva, dramaturgo brasileiro censurado e morto na fogueira pela Inquisição em Portugal. em 1739.

O foco dos estudos foi sua obra prima, a ópera 

Vida do grande dom Quixote de la Mancha.

O espetáculo resultante, O cárcere secreto,

não tanto uma adaptação, é mais uma composição de aspectos biográficos do autor identificando-o com sua obra em sucessivas prisões pela Inquisição.

O cárcere secreto foi apresentado no Teatro Popular do Sesi em São Paulo em 1984.

(Veja ficha técnica completa abaixo)

Registro na SBAT 019756

O CÁRCERE SECRETO